domingo, 28 de junho de 2009

Gola Rosários


Passei numa loja e vi uma gola em tricot neste estilo, gostei muito, disfarcei e fiquei medindo com as mãos a largura e o comprimento e vim tentar montar uma pra mim. Em comum com a da loja só as medidas e o ponto arroz, de resto fui criando com uns pontos que achei.

A lã recebi de presente, ela é maravilhosaaaaa, tem um toque macio demais e ótima para trabalhar. Quando for a Portugal vou levar uma mala só pra trazer fios!ehehe

Receita num tem, fui inventando. A cor real da lã é a da primeira foto, a segunda não consegui a mesma luz e saiu mais desbotada, mas queria postar uma foto sobre a camisa para dar uma idéia melhor dela no corpo.


Então .... agora são só 3 trabalhos nas agulhas, a fila está andando por aqui.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Mais projetos

Mais um trabalhinho nas agulhas.

Aprendi com umas e outras amigas blogueiras, que vou evitar os nomes pra não faltar ninguém já que tem muitaaaaa gente com esse mau hábito.eheh

E nem vou contar .......... que tem mais 3 também nas agulhas. A sorte é que tenho muitas agulhas, caso contrário estaria interditada de fazer mais coisinhas.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Mais um livro

Estive na livraria Cultura e não resisti, trouxe um livro novo para a coleção.

domingo, 14 de junho de 2009

Coletinho da Zzabelinha

Recebi essa receita da Zzabelinha que gentilmente me propôs o desafio.
Isso faz um tempo, mas agora que tive uma folguinha resolvi tentar e adorei o resultado. Foi rápido de fazer.

Essa receita é mais uma daquelas que como diz o marido de uma grande amiga é "uma obra de engenharia"!
Como não sabia no que ia dar, usei um novelo de lã familia que tinha aqui e agulhas nº 5 como indicado na receita. Nem terminei o pontinho de crochet a volta porque este vai ficar de amostra, como aprendi com a Marianela. Até porque roupa de bebê com a lã família não é possível, a criança vai empolar toda com a aspereza dela.

Já comecei outro com fio keamor duplo e agulhas nº 5 também. Está ficando bem lindinho e macio.

A receita pode ser encontrada aqui:
http://babysurprise0.tripod.com/id21.html
 (17.02.2017 Sinto muito o link da receita foi tirado do ar e não tenho a receita salva)

OBS: Não tenho a tradução dela, mas com a ajuda de uma tabela de tradução de pontos fica fácil de fazer.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Receita do gorro da Aldina (Cagoule)

RECEITA ORIGINAL

Tamanho Adulto (grande)

Lã Família Agulhas 4,5

Montar 88 malhas e fazer 35 carreiras em pto sanfona (2T, 2M)
Em seguida colocar 20 ptos numa agulha auxiliar e continuar trabalhando os 68 ptos restantes em ponto meia pelo lado direito e pelo lado do avesso, durante 50 carreiras.
Na carreira 51, fazer :
27M, 2 pontos juntos em M, 10 meias, 2 pontos juntos em M, 27 M. Voltar sem diminuir.
Carreira 53: 26M, 2 pontos juntos em M, 10m, 2 pontos juntos em M, 26M. Voltar
Continuar diminuindo durante 20 carreiras (10 diminuições)
Fazer 2 pontos juntos no meio da carreira e na carreira seguinte, arrematar os ptos restantes.
Costurar as partes que se arremataram.

Arremate final:
Colocar em agulha nº 3 os 20 ptos que estavam na agulha auxiliar e levantar 1 pto em todas as carreiras do capuz,
Fazer 12 carreiras em pto sanfona (2T, 2M).
Arrematar.
Costurar as sanfonas fechando o pescoço.



Obs:
Eu fiz com a lã Premium, agulha circular nº 5 (40 cm) e para os pontos levantados usei a agulha circular nº 4 (40 cm), levantei 82 pontos.
Também fiz o direito em pto M e avesso em pto T.

domingo, 7 de junho de 2009

Gorro da Aldina (Cagoule)

Vou contar a historinha da receita.

Recebi esta receita da minha amiga Aldina de quem já postei outras receitas ótimas aqui no blog. O que mais me encantou, além de ficar perfeita, foi o que ela me disse sobre a origem da receita.

"... esta receita de capuz que cobre cabeça, orelhas e pescoço, semelhante aos que os pilotos de corridas usam sob o capacete. é do tempo da guerra e eram feitas para os expedicionários...."

Pra quem não sabe como eu, fui pesquisar e descobri o seguinte a respeito dos expedicionários.

"No dia 17 de julho de 1944, soldados brasileiros da Força Expedicionária desembarcaram em Nápoles, na Itália, para lutar na 2ª Guerra Mundial. A Campanha do Agasalho, como o nome indica, pretendia conseguir meias e suéteres de lã, para soldados brasileiros que enfrentavam o frio muito rigoroso do inverno europeu. As mulheres engajaram-se de corpo e alma, nessa campanha e tricotaram meias e agasalhos de lã."

Gente...fizeram as contas? Essa receita tem nada menos que 65 anos!!! Eu adorei fazer tanto pelo resultado quanto pelo valor histórico que ela carrega.
Pra quem quiser vou digitar e posto depois, porque se eu demorar mais 1 dia tem gente que me mata.eheh
A receita pode ser encontrada clicando AQUI

sexta-feira, 5 de junho de 2009

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Cachecol que seria meu!

Terminei o cachecol que seria meu!eheh Ficou macio como um gato angorá.

Usei um fio da cisne chamado dance e meu amado tear redondo.

Gostei muito desse fio, ele rendeu muitoooo. Com 1 novelo fiz esse cachecol e ainda sobrou uma bolinha.

Fiz presente para uma amiga que adorou.

Obs: Vou ter que comprar outro novelo pra fazer 1 pra mim!










Foto do detalhe da execução. Usando o tear redondo mas fazendo cachecol reto.

terça-feira, 2 de junho de 2009