domingo, 23 de setembro de 2012

Peças artesanais & Peças industrializadas

A gente sempre soube que, faz artesanato muito mais por amor a arte do que pelo valor financeiro que possa ser conseguido com a venda dele, né? Até pq ele num é valorizado o qto merece.

Hoje tive a convicção que num temos a menor chance de competir.

Tudo bem que, não tem a mesma arte que podemos desenvolver e muito menos a dedicação, capricho e tudo mais....

Mas, vejam o que vi hoje numa grande loja de roupas, de cadeia nacional, que fica dentro de um bom shopping. Uma gola, feita com um fio super macio, muito agradável ao toque, de um modelo super simples mas muito atual e que se adaptou muito bem qdo a coloquei no pescoço. E, ainda, tinha uma variedade grande de cores.

Estavam em promoção, sabem o preço?? R$ 3,90!!!

Dá pra competir????

Comprei uma pra mostrar aqui, pq achei que, se não fotografasse, ia ser difícil de acreditar.



PS: Detalhe é que o botão é de muito boa qualidade.

18 comentários:

Dudis disse...

Olá, cá em Portugal também temos lojas assim, mas nós fazemos mesmo porque adoramos trabalhar com as mãos e ver os trabalhos depois prontos, é muito gratificante, eu raramente faço para vender, e quando vendo, sei que o preço nunca é o justo, mas gosto tanto de tricotar e de crochés, que acho que nunca vou parar, boa semana, bjos doces

Joanna Catharina disse...

É Regina...

Infelizmente não temos como competir. A verdade é que só valoriza artesanato quem faz, porque quem não faz, não sabe o trabalho que dá não é verdade?
Isso não se aplica somente a tricô ou crochê. Até mesmo quem trabalha fazendo bolos e docinhos para festas encontra esse tipo de dificuldade.
Hoje em dia existe muitas facilidades que antigamente não existiam. Encontrar uma moça nos tempos de hoje que saiba como usar uma agulha é BEM RARO, coisa que não era assim (olha que não estou exagerando). Antigamente, as moças eram educadas para saber cuidar da casa e fazer as roupas dos próprios filhos. Em partes a mudança foi boa por conta da praticidade já que hoje em dia o tempo é curto, mas em partes a mulherada saiu perdendo tendo que se virar nos 30 e muitas vezes fazer coisa que homem nenhum faz. O trabalho triplicou no mundo feminino e as coisas não alteraram quase nada no mundo masculino....
Também acho que dar o devido valor a uma peça, é meio que questão de personalidade. Existem pessoas que são desapegadas de valor sentimental por exemplo, dão mais valor àquilo que foi comprado. Sinceramente, dou muito mais valor para àquilo que foi feito por alguém porque tem energia da pessoa na peça se feita com carinho muito embora a gente encontre peças por aí, como a da sua foto, que sejam bonitas e baratas!

Cláudia Vieira disse...

Bom dia. Por isso que eu só faço peças para pessoas da família e pra algumas poucas amigas. O fio que compramos custa os olhos da cara e, muitas vezes, passamos dias pra fazer uma peça. Mas como você mesma disse, nem tudo as máquinas fazem. Ainda bem né...risos. Beijo.

disse...

Será que é da China? rss a gente tricota por paixão mesmo... porisso que não faço nada por encomenda... a gola é linda!

bjinhos

Judy disse...

A resposta é não, não dá pra competir.
É arrasador, compreendo direitinho tudo que disse e sente.
Mas quem faz, e algumas outras pessoas, sabem que o trabalho artesanal tem muito mais que linha macia, cores legais, botão de qualidade ou bom preço, tem aquilo que você disse no começo: amor.
E amor é energia, carinho, cuidado e atenção e mais uma monte de coisa boas... coisas estas que nenhum tear industrial jamais terá.

bj



Eliana disse...

Oi Regina,
Tudo bem?
Você imagina pra quem vive de artesanato o que é esta "competição"?Quanto cobrar quando se faz com dedicação,amor,capricho e como comparar com produtos cuja mão de obra pode ser quase escrava?Qualidade ou falta dela acho que nemconta,a "economia" é muito esquisista.Vide a colocação do Brasil como 8ª do mundo e esta PROBREZA escancarada.
Não entendo e prefiro nem entender,
Boa semana,
Bjs,
Eliana

rosana disse...

nossa que lindoooo...amiga...eu adorei esta idéia e este ponto né,é tudo de bom tricotar ele,eu fiz um cachecol pro meu marido neste ponto,ficou lindooo!!!..bjs amiga..adorei esta dica..vou tentar fazer...boa semana.

Marlene disse...

Concordo com a Ká, é por paixão mesmo!
Bjos. boa semana

Marico disse...

Realmente não dá para competir.
Mas uma peça artesanal é única, exclusiva, e isso não tem preço.

bjs

Judy disse...

Querida amiga
Assino embaixo de tudo que disseram,tanto vc como minha xará!!!! a Judy
Penso exatamente como vcs .
Não é a toa que sou fã de vcs.
Linda a cor da gola !!!!
Bjus Judyarts

Andréa disse...

Estou passeando pelos blogs que me incentivaram a criar o meu.
Que saudade de vc.
Tá tudo lindo,lindo demais.
Um beijo.

Fatima Gouveia disse...

Não dá mesmo para competir, vale sim pelo amor e paixão que qualquer artesâ coloca nas peças.
A gola é linda.
Um beijinho
Mifá

Manela Cunha disse...

Olá,
Realmente encontramos nas lojas produtos muitas vezes mais baratos do que as próprias linhas que compramos, mas cada vez mais temos de dar valor às peças que fazemos, é muito bom olhar para elas e dizer fui eu que fiz, afinal sei fazer alguma coisa.
Um dia feliz e muita saúde, e não se esqueça de passar no meu blog, tenho lá um selinho para si.
Beijinhos.

Croche de Encomenda disse...

realmente não tem como competir.
ruim para o artesão e bom para o consumidor.

ELENA disse...

E uma linda gola Regina, muito barata, não podemos competir mesmo, mais nada se compara a receber um presentinho tricotado por uma amiga artesã, isso e inesquecível! BJO!

Claudia disse...

É realmente difícil viver de artesanato! Acho que tem que ser apenas como um complemento de outra renda ou como hobbie mesmo (que é o meu caso!!).
Aliás, seus tricôs estão lindíssimos!
Um abraço e boa sexta!

Maria das Graças disse...

Sempre digo, obra de arte é mais caro mesmo. nossas peças não tem preço e com o amor que colocamos então...
bj

Le Toda disse...

Ah faz tempo que eu desistir de fazer artesanato pra vender, justamente por causa disso que vc falou, a competição com os industrializados é quase impossível de ganhar e sem contar que ninguém dá o valor que a gente acha que merecemos. Hj faço minhas artes pra mim mesma e pra presentear, sem contar que é um ótimo "desanuviador de problemas"... é meu passa tempo preferido, tá certo que meu tricô não é um senhor profissional, mas adoro tricotar, fazer tear, fazer bijus, etc...ou mesmo passar horas olhando blogs que nem o seu, que é de se encher os olhos!!!!
Bjãoooo]